Centro Interpretativo e de Acolhimento da Estação Arqueológica de Miróbriga

Imprimir
No litoral alentejano e na península de Setúbal encontra-se uma grande riqueza de vestígios romanos. As ruínas de Miróbriga, disso são exemplo, foram referenciadas no século XVI, localizadas numa zona privilegiada em recursos agrícolas, marítimos e mineiros. É uma zona habitada deste a Idade do Ferro. Circulando ao longo do fórum conseguem ver-se construções como a cúria, a basílica e umas termas. O volume retangular do centro interpretativo é pousado no território, podendo parecer querer distanciar-se como um objeto estranho. Pelo contrário, a sua subtileza no contacto com a topografia cria uma relação particular com a envolvente. Elemento de linhas modernistas é uma solução atípica para um centro interpretativo, gerador de uma volumetria interessante.  
Autor
Paula Santos  
Morada
Herdade dos Chãos Salgados
Santiago do Cacém  
Email
info@cultura-alentejo.pt  
Site
Telefone
+ 351 269 818 460  
Horário
terça a sábado: 9h00 - 12h30 | 14h00 - 17h30 domingo: 9h00 - 12h00 | 14h00 - 17h30 Encerra: feriados; 1 de Janeiro; Domindo de Páscoa; 1 de Maio e 25 de Dezembro  
Localização
38º 00.633' N , 8º 41.163' W
Arquitetura
fotografia: Luís Ferreira Alves